O que Fazer em Recife

Compartilhe:

Recife_BoaViagem

 

Recife é uma cidade que vai além das praias e feiras de artesanato. Então se você está buscando o que fazer em Recife, acompanhe esse artigo até o final e conheça os principais pontos turístico de Recife e os passeios na capital pernambucana.

Algo que diverge da maior parte das capitais litorâneas do Brasil é o fato de que em Recife o que se destaca são as atrações culturais. Entre as várias opções, confira seguir  algumas das atrações para te ajudar a escolher o que fazer em Recife durante sua visita à cidade.

Pontos Turísticos de Recife

Nesse artigo não abordaremos a fundo a respeito das praias de Recife, já que esse é o assunto para esse artigo. Mesmo assim, citaremos aqui a praia de Boa Viagem por ser um dos principais pontos turísticos de Recife, Depois, abordaremos outras atrações da cidade, sendo boa parte delas atrações culturais.

Praia de Boa Viagem

A região da praia de Boa Viagem é o local mais badalado da cidade, reunindo turistas e com ampla infraestrutura. A orla da praia de Boa Viagem possui 7 quilômetros de extensão. A cor do mar se destaca também, com sua coloração esverdeada.

Há barracas ao longo da orla que servem bebidas e petiscos, e a praia de Boa Viagem também é bem conhecida pela presença de tubarões. Por esse motivo os mergulhos só são indicados em áreas de formação de piscinas naturais ou protegidas por recifes.

Enquanto na praia de Boa Viagem fica a melhor praia da cidade, com boa insfraestrutura de hotéis, lojas e restaurantes, o Recife Antigo concentra a maior parte dos pontos turísticos de Recife no que se refere às atrações culturais.

Recife Antigo

A região do Recife Antigo concentra a maior parte dos atrativos turísticos da cidade. A região é desbravada pelos turistas caminhando mesmo, tendo início em muitos casos na Rua do Bom Jesus. Com ruas de paralelepípedos e casarões antigos, a rua contém a primeira sinagoga das Américas e também a Embaixada dos Bonecos de Olinda.

A Rua da Moeda possui este nome por ter abrigado durante o século XVII a antiga Casa da Moeda, no período de dominação dos holandeses. Atualmente a rua possui vida noturna agitada e também é o endereço da Galeria Arte Plural, uma importante galeria de arte de Recife.

Veja também:  O Que Fazer em Brasília

Um dos cartões postais da cidade é a Rua da Aurora, que abriga casinhas coloridas posicionadas logo em frente ao rio Capibaribe. Além disso ainda há muito o que fazer em Recife na região do Recife Antigo, como a Torre de Malakoff, o Marco Zero, o Forte de Brum, a Alfândega, e vários outros atrativos.

Torre Malakoff

O nome e a arquitetura não lembram muito a história nordestina, mas mesmo assim a Torre Malakoff também representa parte da história de Recife. Atualmente, a construção abriga um importante centro cultural da cidade. A Torre Malakoff foi construída originalmente para ser o portão do Arsenal da Marinha, sendo inaugurada noa no de 1855.

No período a cidade de Recife acompanhava as notícias da Guerra da Criméia, que hoje faz parte do território da Ucrânia. Graças à resistência da população da região na guerra, a torre de Malakoff original, na Ucrânia, ficou intacta mesmo com o exército russo sendo derrotado.

Daí surgiu a homenagem e Recife decidiu nomear sua torre com o mesmo nome. Uma curiosidade é que por volta de 1920 a própria população de Recife precisou se manter firme para evitar que sua Torre Malakoff fosse demolida em decorrência da ampliação do porto da cidade.

Hoje na torre funciona um importante centro cultural de música e artes visuais, que  promove exposições, cursos e oficinas na área de produção cultural e incentiva várias iniciativas culturais do governo pernambucano. Também é possível subir até o observatório da Torre Malakoff para apreciar a vista da cidade de Recife.

Endereço: Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Recife Antigo, Recife.

Telefone: (81) 3184-3180

Horários: terça a sexta, das 10h às 18h.

Marco Zero

marco zero

 

O Marco Zero da cidade de Recife possui em seu entorno alguns pontos importantes se você busca o que fazer em Recife. Além disso, é lá que ocorrem diversas comemorações durante datas importantes.

O Marco Zero marca o início da história da cidade e é a partir dele que são calculadas as distâncias rodoviárias. Ainda mais do que isso, o Marco Zero é um ponto de referência do turismo em Recife, já que marca também a entrada do Recife Antigo, bairro histórico localizado no centro da cidade.

Lá estão o Parque das Esculturas, com obras de Francisco Brennand, a Central do Carnaval e o Centro de Artesanato de Pernambuco. Ao longo do carnaval e outras datas comemorativas, é montado um grande palco que recebe shows e apresentações no local do Marco Zero de Recife.

 

Mercado São José

O Mercado Municipal de São José é um dos distribuidores mais conhecidos de frutas regionais, verduras, carnes, peixes e uma série de outros produtos típicos do nordeste. Foi inaugurado em 1875 sendo a construção pré-fabricada de ferro mais antiga do Brasil, com materiais que foram importados da Europa e com arquitetura inspirada no mercado de Grenelle, localizado na cidade de Paris, na França.

Veja também:  Onde Ficar em Aracaju

No Mercado São José você encontra ingredientes típicos da culinária do nordeste e também lembrancinhas de viagem, artesanatos fabricados com palha, barro, madeira, couro, folhetos de cordel e ainda roupas de praia.

Endereço: Praça Dom Vital, s/n, São José, Recife.

Telefone: (81) 2424-2322

Horários: segunda a sábado, das 06h às 17h; domingo, das 06h às 12h.

 

Fundação Gilberto Freyre

Um dos personagens mais importantes da história de Recife, o sociólogo Gilberto Freyre escreveu diversos estudos sociais e antropológicos a respeito da realidade brasileira e nordestina. Freyre foi tão reconhecido em sua época que recebeu da Rainha Elizabeth II o prestigiado título de Sir, sendo um dos poucos brasileiros a receber esta homenagem. Um de seus livros mais famosos livros é Casa Grande & Senzala.

O antigo casarão onde Gilberto Freyre viveu por mais de 40 anos e que atualmente abriga um museu sobre sua obra e sua vida fica no bairro de Apipucos. A decoração da casa permanece a mesma desde sua morte, além de possuir boa parte de sua enorme coleção de livros, pinturas feitas pelo próprio Gilberto Freyre e objetos pessoais.

Endereço: Rua Dois Irmãos, 320, Apipucos, Recife.

Site: www.fgf.org.br

Horários: segunda a sexta, das 09h às 16h30.

 

Museu do Homem do Nordeste

Foi fundado, em 1979, por Gilberto Freyre e reúne o acervo dos antigos Museu de Antropologia, Museu do Açúcar e Museu de Arte Popular. Possui cerca de 15 mil peças que contam a história e as tradições do homem do nordeste.

Endereço: Avenida 17 de Agosto, 2187, Casa Forte, Recife.

Telefone: (81) 3073-6340

Horários: terça a sexta, das 08h30 às 17h; sábado, domingo e feriado, das 13h às 17h.

 

Sinagoga Kahal Zur Israel

Os imigrantes judeus, durante o período de dominação holandesa construíram a sinagoga Kahal Zur Israel, a primeira sinagoga das Américas, que atualmente abriga o Centro Judaico de Pernambuco.

A sinagoga até hoje ainda mantém o piso original do século XVII,  e além de mostrar a história dos refugiados europeus também faz a reconstituição daquilo que seria uma sinagoga típica de Amsterdam do período.

Endereço: Rua do Bom Jesus, 197, Recife Antigo, Recife.

Horários: terça a sexta, das 09h às 16h30.

 

Além de o que fazer em Recife, mais informações sobre a cidade:

 

Capela Dourada

A Capela Dourada é uma das mais importantes e belas igrejas de Recife.  Construída ao longo do período barroco, pela Ordem Terceira de São Francisco, a Capela Dourada possui paredes e forros banhados a ouro velho e,  juntamente com a Igreja de Santo Antônio e o Museu de Arte Sacra, faz parte do complexo arquitetônico do Convento Franciscano.

Endereço: Rua do Imperador, Santo Antônio, Recife.

Veja também:  Onde Ficar em Natal

 

Instituto Ricardo Brennand

O Instituto Ricardo Brennand reúne diversas das mais importantes coleções de arte da capital. Se você gosta de arte e cultura histórica, já deve ter percebido que há muito o que fazer em Recife nesse sentido.

Foi inaugurado no ano de 2002 pelo colecionador de arte Ricardo Brennand. O instituto que leva seu nome é composto pelo Museu Castelo São João, uma galeria de arte e uma pinacoteca.

O acervo do instituto possui muitas obras do período colonial e também da época de ocupação holandesa do nordeste, entre os anos de 1630 e 1654.

Endereço: Alameda Antônio Brennand, Várzea, Recife.

Horários: terça a domingo, das 13h às 17h.

 

Passeios em Recife

Há muitos passeios que podem ser feitos a partir de Recife, como mostraemos a seguir seguindo a linda de o que fazer em Recife.

Passeio na Praia de Maria Farinha

Na cidade de Paulista, a 20 quilômetros da capital de Pernambuco, a praia mais famosa é Maria Farinha, com sua paisagem de mar calmo e indicada para a prática de esportes aquáticos. Lá também se encontra o Veneza Water Park, bastante procurado por famílias com crianças.

Praias de Cabo de Santo Agostinho

O município de Cabo de Santo Agostinho fica a uma distância de aproximadamente 40 quilômetros de Recife e costuma receber turistas para passar o dia nas praias. As mais visitadas e conhecidas são as praias de Calhetas, Gaibu Pedra do Xaréu e Paiva.

Passeio para a Ilha de Itamaracá

Com belas paisagens, a Ilha de Itamaracá atrai visitantes que de Recife para um belo passeio. É uma opção interessante para quem busca o que fazer em Recife. A viagem para a Ilha de Itamaracá possui cerca de 40 quilômetros a partir de Recife.

Além da natureza do local, também há na ilha monumentos históricos do período de dominação holandesa. Além disso, a ilha também abriga uma grande reserva ecológica onde funciona o Centro de Preservação do Peixe-Boi.

Passeio de Catamarã no Rio Capibaribe

Esse é um tradicional passeio em Recife. No city tour pelo Rio Capibaribe você entra num catamarã e pode conhecer a cidade a partir de outra perspectiva. O passeio padrão costuma demorar cerca de uma hora e passa em frente a importantes pontos turísticos de Recife, como O Marco Zero e o Parque das Esculturas.

Passeio para Olinda

A cidade de Olinda fica bem próxima a Recife, com distância de aproximadamente 7 quilômetros. A vizinha de Recife merece possui alguns atrativos culturais e também muitas ladeiras! A cidade foi declarada patrimônio histórico e cultural da humanidade pela UNESCO, e abriga igrejas e capelas dos séculos XVI e XVII, monumentos históricos, uma rica produção cultural e artística e cultural, além de uma série de casarões posicionados em suas conhecidas ladeiras.

E você, já decidiu o que fazer em Recife durante sua viagem para a cidade?

Compartilhe: